Portal do Governo Brasileiro

A Equipe GaudérioBotz levou o troféu do segundo lugar na categoria sumô autônomo 500g na Copa Serrana de Robótica com o robô Tunda. A competição foi realizada neste sábado (4) em Petrópolis e reuniu robôs de várias instituições brasileiras de ensino.

É a primeira vez em que o grupo do CTISM ganha um troféu. Para ser campeão, o Tunda precisava vencer as duas batalhas da final. Ele levou a primeira, mas no primeiro round da segunda batalha, o motor do robô superaqueceu, e o Tunda teve que sair da luta. O adversário, da equipe Kimauánisso, do Instituto Mauá de Tecnologia, ficou com o primeiro lugar.

A Copa Serrana de Robótica, que teve neste fim de semana a sua primeira edição, é organizada pela MAV Robótica, uma das equipes que costuma enfrentar os robôs da GaudérioBotz.

O vice-capitão da equipe do CTISM, Gabriel Niederauer, acredita que, se não houvesse o problema no motor, o robô teria sido campeão. Ele diz que a equipe ficou satisfeita com o desempenho do Tunda, mas também ficou frustrada porque o robô poderia vencer se houvesse um motor reserva.

Antes da final, o Tunda venceu cinco batalhas – uma delas porque o adversário não compareceu. Na luta contra um robô da UFF (Universidade Federal Fluminense), o Tunda teve dificuldades por causa de uma lâmina instalada na sua parte frontal, que fazia-o derrapar, e perdeu a batalha. No final, o robô da UFF ficou em terceiro lugar.

A GaudérioBotz levou outros três robôs para Petrópolis. Segundo Niederauer, os robôs seguidores de linha, o Galo Véio e o Pataca, ficaram danificados durante o transporte para a cidade fluminense. Já o Piá, robô lutador de sumô, não ficou pronto a tempo de competir.

Confira abaixo as lutas do Tunda em um vídeo produzido pela GaudérioBotz.

 

 

por Rossano Villagrán Dias

vídeo Equipe GaudérioBotz