Portal do Governo Brasileiro

O GSEC (Grupo de Pesquisa e Desenvolvimento em Sistemas Elétricos e Computacionais) obteve, nos últimos dois anos, 11 registros de propriedade intelectual no Inpi (Instituto Nacional da Propriedade Industrial), segundo o professor Saul Azzolin Bonaldo, que integra a equipe do GSEC responsável por desenvolver propriedade intelectual. Cinco dos registros foram obtidos há cerca de dois meses.

O grupo de pesquisas completou sete anos no mês de janeiro e possui mais de 20 integrantes, entre professores, alunos de nível técnico e superior do CTISM, do CT (Centro de Tecnologia) e do Colégio Politécnico, e pós-graduandos de Engenharia Elétrica e de Engenharia Agrícola da UFSM.

Segundo artigo redigido por integrantes do GSEC, a equipe contabiliza mais de dez publicações em periódicos científicos nacionais e internacionais e mais de 30 artigos publicados em conferências relacionadas aos temas tratados pelo grupo.

Em 2015, o GSEC levou o prêmio de melhor artigo na conferência da Sociedade de Aplicações Industriais da IEEE (Instituto de Engenheiros Eletricistas e Eletrônicos). De acordo com Saul, trabalhos do grupo ficaram “diversas vezes” entre os 40 melhores da JAI (Jornada Acadêmica Integrada) da UFSM.

Além disso, três teses de doutorado e uma dissertação de mestrado foram desenvolvidas dentro do GSEC. De acordo com as informações do grupo, outras três dissertações estão em finalização.

Segundo o professor Álysson Raniere Seidel, integrante do grupo, os trabalhos de iniciação científica, teses e dissertações dos alunos correspondem a grande parte das atividades desenvolvidas no GSEC.

 

Álysson destaca que a presença de professores de diferentes áreas e de alunos de diversos níveis transforma os laboratórios utilizados pela equipe em ambientes de interação, em que alunos de cursos técnicos, por exemplo, podem trocar experiências com graduandos. Segundo o professor, o GSEC não possui espaço próprio, mas integra laboratórios do CTISM em que são realizadas atividades alinhadas aos temas de pesquisa do grupo.

O GSEC trabalha em três linhas de pesquisa – Eletrônica e Processamento de Energia Elétrica, Sistemas Elétricos de Potência e Sistemas Computacionais. De acordo com o artigo escrito pelo grupo, o objetivo do GSEC é “contribuir com resultados” nas áreas de pesquisa e o propósito dos seus membros é “trabalhar” para que a equipe “torne-se referência nacional” por meio de publicações, desenvolvimento de produtos e formação de profissionais.

Para Saul, o GSEC trabalha para que o CTISM “possa se consolidar como centro de referência nacional em educação profissional”. Desta forma, o grupo justifica ter “o desempenho de suas atividades alinhado aos objetivos estratégicos” da escola, diz o professor.

 

por Rossano Villagrán Dias