Portal do Governo Brasileiro
Professora Lucília Regina Machado (UNA) em sua palestra na tarde desta quarta (12).

O CTISM promoveu nesta semana os dois primeiros eventos da “Formação continuada do CTISM: 50 anos de história, planejando o futuro”. A formação, organizada pelo Departamento de Ensino, busca propor palestras e reuniões e deve se estender até dezembro. Os eventos buscam, segundo o Ensino, oferecer “reflexões e diálogos sobre temáticas relevantes para o contexto da Educação Profissional e Tecnológica”. Servidores do colégio e alunos do mestrado em Educação Profissional e Tecnológica assistiram às palestras da semana.

O primeiro evento da formação foi uma palestra da professora Lucília Regina Machado, coordenadora da pós-graduação em Gestão Social, Educação e Desenvolvimento Local do Centro Universitário UNA, de Minas Gerais. O encontro, que ocorreu na tarde desta quarta-feira (12) no auditório do CTISM, teve o tema “Intervenções pedagógicas em formação de trabalhadores-estudantes”. No entanto, Lucília abordou também outros assuntos conforme os questionamentos dos servidores que participavam da palestra.

Simone Valdete dos Santos (UFRGS) em palestra.

Na noite desta quinta-feira (13), a segunda palestra da formação foi ministrada pela professora Simone Valdete dos Santos, da pós-graduação em Educação da UFRGS (Universidade Federal do Rio Grande do Sul). O evento, no auditório, teve o tema “Desafios do Proeja”. Os alunos do curso de Eletromecânica na modalidade Proeja estavam presentes na palestra.

Os próximos eventos ainda não estão marcados. Além de oferecer discussões, a formação pretende reformular o PPP (projeto político-pedagógico) do CTISM, que foi atualizado pela última vez em 2014. Segundo as pedagogas Liniane Medianeira Cassol e Nisiael Kaufman, do Departamento de Ensino, a metodologia usada para construir o novo PPP será definida nos próximos dias após uma reunião com os coordenadores de curso. O processo deve iniciar na volta às aulas, em agosto, e uma proposta deve ser finalizada em dezembro, de acordo com as pedagogas.

 

por Rossano Villagrán Dias

fotos Rossano Villagrán Dias