Portal do Governo Brasileiro
Diretor Luciano, reitor Burmann, Colusso (EaD) e Maria das Graças (Setec) revelam placa.

O CTISM inaugurou oficialmente, na tarde de sexta-feira (20), os seus dois prédios mais recentes: o Estúdio SAB e o prédio de laboratórios 5D. A cerimônia de inauguração contou com pronunciamentos do reitor Paulo Afonso Burmann e de Maria das Graças Costa Néry da Silva, coordenadora-geral de Educação Profissional e Tecnológica a Distância e Tecnologia Educacionais da Setec (Secretaria de Educação Profissional e Tecnológica), do Ministério da Educação.

Também falaram no evento o diretor Luciano Caldeira Vilanova e o coordenador do Núcleo EaD do CTISM, Paulo Roberto Colusso, que abriu a cerimônia apresentando o trabalho de educação a distância feito no colégio e destacando a obra do cineasta Sérgio de Assis Brasil (1947-2007), cujas iniciais dão nome ao Estúdio SAB. Já Luciano relembrou, em sua fala, o planejamento e a execução das obras dos dois edifícios e descreveu o prédio 5D.

No fim da cerimônia, foram descerradas as placas dos prédios e os convidados passaram para um coquetel no hall do 5D.

Reitor se pronuncia na inauguração dos prédios.

ESTÚDIO SAB

Com área de 565 m² e dois andares, o Estúdio SAB começou a ser construído no final de 2013. O investimento inicial na obra foi de cerca de R$ 780 mil. O espaço contém cinco salas e um auditório, além do estúdio de TV propriamente dito.

A energia elétrica utilizada no edifício provém de 40 painéis solares instalados no telhado. O prédio contém um sistema de reaproveitamento da água das chuvas, com um tanque de 30 mil litros de capacidade. A água coletada é usada nos banheiros e na limpeza do local.

O Estúdio SAB está disponível para atender toda a comunidade da UFSM em funções como filmagens, videoaulas, cobertura de eventos, fotografia de equipamentos e atividades acadêmicas. Ele já está operando há alguns meses.

 

PRÉDIO DE LABORATÓRIOS

Coquetel no hall do prédio 5D após cerimônia de inauguração.

O prédio 5D tem 19 salas e concentra laboratórios e salas de professores das áreas de eletroeletrônica e de redes de computadores. Além disso, contém uma lanchonete, um laboratório de informática e uma área destinada ao convívio dos alunos, onde devem ser instalados os diretórios estudantis do CTISM.

O edifício teve suas obras iniciadas em 2014. A área é de 1.950 m² e o investimento, de cerca de R$ 2,5 milhões. O prédio chama a atenção pela sua arquitetura diferenciada, com traços modernistas.

 

 

por Rossano Villagrán Dias

fotos Matheus Cargnin/Núcleo EaD