Portal do Governo Brasileiro

 

 

Os 18 conselheiros presentes na reunião desta sexta-feira (17) do Colegiado do CTISM votaram em unanimidade no professor Rafael Adaime Pinto para ocupar o cargo de diretor do colégio, e no professor Fabio Franciscato para o cargo de vice-diretor. Com esse placar, o Colegiado confirma o resultado da consulta à comunidade, que, no dia 8, deu 221 votos à chapa Rafael-Fabio, única que concorreu aos sufrágios.

Rafael e Fabio, eleitos diretor e vice pelo Colegiado nesta sexta (17).

Ao contrário da maioria das votações do Colegiado, a eleição desta sexta foi secreta. Os conselheiros receberam papéis em branco para escreverem seus votos aos cargos em disputa.

O Colegiado organizou, então, as listas tríplices que serão enviadas para o reitor Paulo Afonso Burmann, para que ele, com base nas listas, aponte os novos diretor e vice-diretor do CTISM.

A lista para diretor ficou com o nome de Rafael em primeiro lugar. Em segundo, foi colocado o nome de Fabio. O vice-diretor Marcelo Freitas da Silva disponibilizou seu nome para o terceiro lugar da lista.

Fabio ficou em primeiro lugar na lista para vice-diretor. Os professores Murilo Cervi e Alessandro de Franceschi, que colocaram seus nomes à disposição para a lista, ficaram no segundo e terceiro lugares, respectivamente.

Ao final da votação, o diretor Luciano Caldeira Vilanova, presidente do Colegiado, parabenizou Rafael e Fabio e desejou-lhes “bom trabalho”, “tranquilidade” e “inteligência” na nova gestão, que iniciará no dia 1º de fevereiro.

VOTAÇÃO

Dos 221 votos obtidos pela chapa Rafael-Fabio na votação pública do dia 8, 144 foram de alunos, 49 de docentes e 28 de técnicos administrativos. A votação foi considerada “expressiva” pelo diretor eleito.

Veja mais aqui sobre o resultado da votação.

Leia aqui o que os eleitos disseram em entrevista após a votação.

Rafael é o atual chefe do Departamento de Ensino do CTISM, e Fabio é coordenador do curso de Informática para Internet Integrado.

Ao apresentarem sua plataforma de gestão, durante a campanha eleitoral, os então candidatos fizeram menções constantes a ações de diálogo com a comunidade, participação e contato entre os setores do CTISM. Eles propuseram que o orçamento do colégio seja planejado a partir de metas anuais, com transparência e a participação “de todas as áreas”. Outras propostas são uma “gestão atuante nos três turnos”, com a presença de integrantes da equipe da Direção no CTISM durante manhã, tarde e noite, e a criação de um canal para receber críticas e sugestões anônimas de alunos e servidores.

Saiba mais aqui sobre a apresentação das propostas da chapa.

 

por Rossano Villagrán Dias

foto Matheus Cargnin/Núcleo EaD